“Ainda não temos pormenores, mas 10 foram dados como mortos até agora, incluindo alpinistas estrangeiros”, disse à agência France Presse um responsável do departamento de turismo do Nepal, Gyanendra Kumar Shrestha.

O sismo surpreendeu o campo base e provocou uma avalanche no pico Pumori (próximo do Everest), que soterrou alguns acampamentos, especialmente os que integravam os montanhistas chineses e japoneses. Na região estavam cerca de 1000 alpinistas, sendo 400 estrangeiros.

Os dois espanhóis, que estão a ajudar nas operações de salvamento, disseram que está o "caos" no campo base, com a movimentação de helicópteros e a instalação de um hospital de campanha para socorrer os feridos.