Uma operação de resgate em larga escala está em curso, nesta quarta-feira, nas montanhas Mourne, na Irlanda do Norte, com 73 pessoas em dificuldades, a maioria crianças. A informação foi avançada pela guarda-costeira, através da sua página na rede social Facebook.

No total, estão a ser retiradas 73 pessoas daquela zona de montanha, dez adultos e 63 menores, com idades entre os 12 e os 17 anos. No entanto, indica a guarda-costeira, apesar de a maioria estar a descer a montanha pelo próprio pé, devidamente acompanhada em segurança, pelo menos 20 terão de ser transportados em macas. 

A BBC indica que as vítimas são cadetes do Exército, todos de nacionalidade inglesa. Cerca de 16 apresentam sintomas de hipotermia e outros sofreram ferimentos leves.

O alarme foi dado às 11:15 desta quarta-feira. Equipas da guarda-costeira, com helicópteros e ambulâncias, do resgate de montanha, da polícia e serviços de emergência foram enviadas para o local.

As crianças foram observadas por equipas médicas, ainda nas montanhas. 

Trata-se de um grupo de jovens oriundos de Inglaterra que frequentam um acampamento de cadetes do Exército, na Irlanda do Norte. Esta manhã, estavam nas montanhas Mourne, quando o tempo começou a ficar atroz. Decidiu-se retirá-los, por causa da chuva e do vento, que persistiam", disse à BBC Ken Johnston, diretor de comunicação do Ministério da Defesa da Irlanda do Norte. 

Ken Johnston acrescentou, ainda, que a operação de resgate foi "notável".

Estamos extremamente gratos", afirmou.

Os cadetes não apresentam ferimentos graves.

Estamos a avaliar as crianças, mas penso que têm ferimentos leves, como lesões nos tornozelos e queimaduras provocadas pelo gelo", apontou o porta-voz do Exército.

A polícia da Irlanda do Norte contactou a guarda-costeira pouco antes do meio-dia, depois de receber "vários relatos de que um grande número de pessoas estava em dificuldades, depois de terem sido surpreendidos pelo mau tempo".

Três equipas da guarda-costeira da Irlanda do Norte e três helicópteros foram enviados para o local, bem como a equipa de resgate de montanha de Mourne e a guarda-costeira do Reino Unido.