Pelo menos 17 pessoas morreram no Camboja e vários milhares foram deslocados devido às inundações provocadas pelas chuvas de monção que fizeram subir as águas dos rios, revelou a imprensa local.

Keo Vy, diretor do Conselho Nacional para a Gestão de Desastres, disse que 10 das 25 províncias do país estão afetadas pela subida das águas, todas elas localizadas ao longo do rio Mekong na região este do país.

As últimas seis mortes, duas das quais crianças, aconteceram quinta-feira nas províncias de Kampong Cham, Kandal e Prey Veng, as duas últimas as mais afetadas pelas cheias.

O mesmo responsável disse ainda que, pelo menos, 6.286 pessoas tiveram de ser retiradas de suas casas devido à subida das águas que provaram estragos em 50.000 hectares de arrozais e outras plantações.

Em 2013, a época das chuvas no Camboja ficou marcada por 168 mortes e prejuízos de equivalentes a cerca de 725 milhões de euros.