As assembleias de voto abriram, este domingo, na Moldávia para as eleições legislativas em que quase três milhões de moldavos devem decidir sobre a integração europeia do país.

Apesar de mais de vinte partidos concorrerem às eleições, os políticos têm transformado este ato eleitoral numa votação sobre a aproximação à União Europeia promovida pelo atual governo.

Em sondagens reveladas nos dias anteriores à votação, os partidos considerados europeístas alcançaram 40 dos 101 assentos no parlamento moldavo.