O secretário-geral da Renamo, Manuel Bissopo, foi baleado, esta quarta-feira, no fim de uma conferência de imprensa na Beira. De acordo com a imprensa, Bissopo ficou gravemente ferido e o guarda-costas que o acompanhava morreu no local.
 
Manuel Bissopo estaria na Beira para tratar de questões logísticas de um comício de Afonso Dhlakama, previsto para acontecer ainda esta quarta-feira.
 
De acordo com o porta-voz da Renamo, António Muchanga, Bissopo tinha acabado de sair de uma conferência de imprensa, onde “denunciou o rapto e o assassínio de três dos nossos membros quando duas viaturas da Defesa e da Segurança começaram a persegui-lo e depois o atacaram".
 
Além de Bissopo e do guarda-costas, outras três pessoas que viajavam na mesma viatura ficaram feridas no incidente.