A Renamo (Resistência Nacional Moçambicana), principal partido de oposição em Moçambique, depositou hoje na Comissão Nacional de Eleições (CNE) a candidatura às eleições legislativas de 15 de outubro, assumindo-se «preparada para vencer com maioria qualificada».

A submissão da candidatura da Renamo às eleições legislativas e assembleias provinciais acontece depois de o partido ter depositado na sexta-feira, no Conselho Constitucional, a candidatura do seu líder, Afonso Dhlakama, às eleições presidenciais, também marcadas para o dia 15 de outubro.

Em declarações à imprensa, após o partido ter entregado os documentos do processo de candidatura, Saimone Macuiane, conselheiro jurídico da Renamo, afirmou que o movimento está preparado para vencer a votação com maioria qualificada.