Raul Domingos, ex-número dois da Renamo, principal partido da oposição moçambicana, anunciou a sua candidatura presidencial pela coligação Partido para a Paz, Democracia/Aliança para a Democracia (PDD/AD) nas eleições gerais de 15 de outubro próximo.

Falando hoje em Maputo no lançamento da sua candidatura à frente da coligação PDD/AD, Raul Domingos afirmou que o país vive um momento difícil, devido à tensão política e militar, que tem resultado em confrontos entre homens armados da Renamo (Resistência Nacional Moçambicana) e as forças de defesa e segurança.

«Vivemos hoje dias difíceis marcados pelo ressurgimento da tensão político-militar que, infelizmente, tem ceifado preciosas vidas humanas, e pelo agravamento da intolerância política, que se caracteriza por destruições das sedes dos partidos políticos da oposição e seus símbolos», afirmou Raul Domingos.