Vários manifestantes foram atropelados esta terça-feira num protesto em Minneapolis em solidariedade com a indignação de Ferguson, depois de um júri ter ilibado o polícia branco, Darren Wilson, que matou o jovem negro Michael Brown.



De acordo com o Star Tribune, cujo repórter registou o momento, o condutor acelerou perante o grupo de manifestantes, levando alguns por cima do capô, e atropelando a perna de uma mulher, que ficou ferida e teve de receber assistência médica.
 
Esta manifestação contou com mais de mil pessoas, no entanto, um pouco por todo o país concentram-se milhares de pessoas também em protesto com o mesmo acontecimento, que tem agravado a tensão racial.

Já são 170 as cidades norte-americanas, em 37 estados, que se juntaram à indignação do Missouri. Apesar de a maior parte das concentrações terem contado com protestos de tom pacífico, houve alguns incidentes, entre eles este atropelamento, mas também incêndios e episódios de violência, que resultaram em várias detenções.
 

Em Ferguson, obviamente também se voltaram a viver-se momentos de tensão, tendo sido destacados mais de dois mil oficiais da Guarda Nacional para conter os manifestantes.