O Japão vai instalar um novo sistema antimísseis PAC-3 na ilha de Hokkaido, em resposta aos dois recentes lançamentos pela Coreia do Norte que sobrevoaram o norte do país, confirmou hoje à Efe o Ministério da Defesa japonês.

A instalação do sistema antimísseis Patriot Advanced Capability 3 (PAC-3) numa base militar da cidade de Hakodate chega quatro dias depois de o regime de Kim Jong-un ter realizado o seu mais recente lançamento de um míssil de médio alcance que caiu no oceano Pacífico após sobrevoar essa zona do Japão.

Pyongyang, que ameaçou "afundar território" japonês com uma bomba nuclear pelo apoio às sanções promovidas pelos Estados Unidos também sobrevoou o norte do Japão com outro míssil a 29 de agosto.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, que dirigiu os lançamentos, garantiu que o “objetivo final [da Coreia do Norte] é estabelecer um equilíbrio de força real com os EUA e fazer com que os seus governantes não se atrevem a falar de opção militar”.

Em consequência, o líder norte-coreano apelou à continuação da consolidação das capacidades do país com mais testes e prometeu completar o programa de armas nucleares.