O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, ordenou ao exército e às elites científicas do país que fabriquem mísseis “mais modernos e precisos”, adaptados "às exigências de uma guerra moderna", numa nova iniciativa para reforçar as capacidades de defesa.

O ditador de 32 anos dirigiu-se aos militares e cientistas norte-coreanos num discurso durante um exercício de tiro na zona ocidental da área fronteiriça com a Coreia do Sul, informou a agência de notícias estatal KCNA, que não especificou a data ou lugar das manobras.

Kim “destacou que o setor das ciências da defesa nacional tem de desenvolver novos mísseis, de vários tipos, adaptados às exigências de uma guerra moderna”, escreve hoje a agência.