O Ministério da Defesa da China confirmou hoje ter testado um veículo de transporte de mísseis hipersónico que descreveu como um ensaio «normal» com fins de investigação científica.

Em comunicado, o porta-voz do Ministério considera «normal a China realizar experiências e investigação científica planeada dentro das suas fronteiras».

«Os testes não são dirigidos contra nenhum país ou qualquer alvo específico», sublinha a nota.

A realização do teste foi revelada inicialmente pelas autoridades norte-americanas ao jornal digital Washington Free Beacon que noticiou que a China tinha testado o veículo hipersónico sem motor no seu território e a uma velocidade 10 vezes superior à do som.