A mulher mais velha do mundo, a japonesa Misao Okawa, celebra esta quarta-feira o seu 116.º aniversário, num lar de Osaka, com direito a bolo de aniversário e velas.

Descendente de comerciantes de Kimonos, vestes tradicionais japonesas, Misao Okawa recebeu a visita do presidente da câmara local, Takehiro Ogura, no início da semana.

Vestindo um kimono rosa com flores vermelhas, Misao Okaha recebeu um ramo de flores do autarca no lar perto da sua casa.

Questionada sobre mais um aniversário, a centenária respondeu que «já eram muitos anos».

Durante a tarde de hoje um bolo, com velas, e o seu aniversário inscrito marcará a festa com familiares e vizinhos, disse uma fonte do lar citada pela agência AFP ao comentar alguns detalhes do dia-a-dia da idosa, da sua alimentação e dos 'segredos' que revela, como uma boa alimentação e descanso, para ter chegado tão longe na idade.

Em 2013, Misao Okaha recebeu um certificado do Livro Guinness dos Recordes confirmando o seu estatuto de mulher mais velha no planeta.

Nascida a 5 de março de 1898, Misao Okaha casou aos 21 anos, em 1919, teve três filhos, quatro netos e seis bisnetos, refere a imprensa local.

O Japão é, também, conhecido pela longevidade dos seus cidadãos e o país natal de um dos homens mais velhos, Jiroemon Kimura, que morreu em junho de 2013, aos 116 anos.

Cerca de um quatro dos 128 milhões de japoneses possuem uma idade de 65 anos ou mais.