Cerca de 50 tanques, 40 sistemas de mísseis e 40 veículos blindados cruzaram, durante a noite, a fronteira da Rússia para o Leste da Ucrânia, avança a agência Reuters, que cita um porta-voz militar de Kiev.
 
«O inimigo continua a fortalecer as suas posições nas áreas mais perigosas, especialmente na região de Luhansk e em direção de Debaltseve», disse o porta-voz Andriy Lysenko, num briefing diário.
 
 De acordo com a mesma fonte, os tanques e equipamentos militares cruzaram a fronteira, «apesar de declarações de autoridades russas sobre a ausência de equipamento militar russo e forças em território ucraniano».
 
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou esta quinta-feira que o acordo sobre a Ucrânia foi aprovado pelos líderes em Minsk. Putin declarou ainda cessar-fogo a partir da meia-noite de domingo, dia 15 de fevereiro, (21:00 de sábado em Lisboa), e que aceitou retirar a artilharia pesada.