Os ministros das Finanças do G7 comprometeram-se a “reforçar a luta mundial contra o financiamento do terrorismo” através de um plano de ação publicado hoje no final da cimeira de dois dias no Japão.

“Uma boa cooperação internacional e a troca de informações são essenciais para combater com eficácia o financiamento do terrorismo”, afirmaram os ministros das Finanças no documento citado pela AFP.

"O G7 compromete-se a trabalhar em conjunto para fortalecer a luta global contra o financiamento do terrorismo", acrescenta o comunicado.

Mas além do terrorismo, também o "Brexit" marcou o encontro. Os governantes do G7 temem que uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia complique o panorama económico mundial. Os conflitos geopolíticos e o drama dos migrantes também foram discutidos no Japão.