Os corpos de 10 dos pelo menos 30 mineiros mortos na explosão de uma mina em Donetsk, cidade separatista do leste da Ucrânia, foram recuperados, prosseguindo as buscas para encontrar os outros 20, informou a administração daquela cidade.

A explosão ocorreu na mina de Zassiadko, uma das maiores da Ucrânia, com mais de 10 mil funcionários e onde vários acidentes ocorreram nos últimos anos.

«Os corpos de nove mineiros foram recuperados», disse a administração da região de Donetsk, fiel ao Governo da Ucrânia.

Um corpo já tinha sido recuperado durante a manhã.

«As buscas prosseguem», disse Iouliana Bedilo, porta-voz da representação local do Ministério das Situações de Emergência.

O responsável do Sindicado Independente dos Mineiros, Mikhailo Volynets, afirmou que os trabalhos na mina estão suspensos devido a «novos riscos de explosão relacionados com a concentração de gás».