A nova ministra da Imigração e Integração norueguesa defende políticas contra a entrada de imigrantes no país.

Sylvi Listhaug, de 37 anos, foi esta quarta-feira nomeada pela primeira-ministra, Erna Solberg, ministra da Imigração e da Integração.

Embora só tenha assumido esta quarta-feira funções nesta pasta, o seu nome não traz bons ventos para os milhares de migrantes que alcançam o continente europeu.

No mês passado, a então ministra da Agricultura, mostrou-se muito crítica da solidariedade da sociedade norueguesa para com os refugiados.

“A solidariedade está a crescer na sociedade norueguesa como um pesadelo”, disse Sylvi Listhaug, de acordo com a AFP. 

A Noruega é governada por uma coligação do Partido Conservador e do Partido do Progresso.

Apesar da política de boas-vindas norueguesa não ser a mais calorosa, só este ano receberam 30 mil pedidos de asilo, consequência da maior crise migratória na Europa desde a Segunda Guerra Mundial. 

Os pedidos de entrada no país baixaram, no entanto, nas últimas semanas, devido ao frio que se faz sentir e por causa do controlo de fronteiras na vizinha Suécia.