Os ministros do Interior da Alemanha e de Itália propuseram, numa carta à Comissão Europeia (CE), uma reforma radical do sistema de asilo na Europa, avança este sábado o diário alemão Suddeutsche Zeitung.

Na missiva, Thomas de Maiziere e Angelino Alfano defendem a criação de uma agência de asilo europeia e pedem uma "reforma ambiciosa" do Acordo de Dublin, que tem definido até agora as competências dos países em relação aos refugiados que chegam à Europa.

O primeiro passo, segundo a carta, é melhorar a proteção das fronteiras exteriores da União Europeia (UE) para reduzir o número de refugiados que chegam à Europa.