A Pastora de uma igreja metodista de Flint, no Michigan, Estados Unidos, deu um “puxão de orelhas” ao candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, na quarta-feira, quando ele aproveitou o púlpito daquela igreja para falar de política.

“Senhor Trump, convidei-o até aqui para lhe agradecer aquilo que fez por Flint, e não para dar um discurso político”, disse a Reverenda Faith Green Timmons, que subiu ao púlpito e interrompeu o candidato à Casa Branca.

Donald Trump acatou o raspanete da religiosa.

“OK. Está bem. Então eu volto a falar de Flint, OK?”, perguntou Trump, segundo a CNN.

 

 

A Pastora Faith Green Timmons explicou que na sua igreja “todos” são bem-vindos.

“Este é um evento público aberto a todos, a que Donald Trump se juntou hoje. A presença de Trump não igreja não representa de modo algum um apoio à sua candidatura”, segundo cita a CNN.