A primeira-dama norte-americana, Michelle Obama, foi a mais recente convidada do humorista e apresentador James Corden.

Michelle Obama participou numa rubrica do programa The Late Late Show, da televisão americana, que consiste numa conversa informal dentro de um carro, enquanto o convidado e o apresentador ouvem música.

E uma das canções que passa no rádio do carro é “Ladies”, de Beyoncé, que Michelle Obama canta e até faz a coreografia.

 

 

A mulher do presidente dos Estados Unidos confessa que, em mais de sete anos, poucas têm sido as vezes que se tem sentado no lugar do pendura de um carro. Mas, falta pouco para a que a vida retome a normalidade (possível), altura em que Barack Obama termina o segundo mandato este ano.

Apesar de se sentar no banco de trás, Michelle Obama nunca foi a mulher por trás do homem mais poderoso do mundo. Até se tornou num ícone da moda. Tem a sua própria legião de admiradores, até entre os republicanos, pelos vistos. Afinal, o discurso da mulher de Donald Trump, que quer ser a primeira-dama da América a partir de novembro, foi plagiado do discurso de Michelle Obama, há oito anos, quando o marido foi o candidato democrata à Casa Branca.