Alguns dos emails em questão incluíam personagens de banda desenhada a fazer comentários ofensivos e também um jogo de tabuleiro ficcional chamado "Monopólio Preto", em que todos os quadrados dizem "vai para a prisão".

"Minorias e mulheres estão a ser humilhadas nestes  emails que foram enviados entre os agentes, fotografias de pessoas nuas foram trocadas e emails com atos sexuais ofensivos foram disseminados", disse a procuradora Katherine Fernandez Rundle, como cita a Lusa.