Polícias holandeses e australianos seguiram esta segunda-feira para o local da queda do avião da Malaysia Airlines, numa zona controlada pelos separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, noticia a agência francesa AFP.

A equipa deixou Donetsk com destino ao local, a cerca de 60 quilómetros a leste da cidade.

Esta é a segunda tentativa de chegar ao local da queda do voo MH17, depois de, no domingo, os polícias terem renunciado à deslocação devido aos combates na zona.