A explosão que destruiu, na quinta-feira, um pequeno hospital pediátrico da capital do México, fez três mortos e 73 feridos, entre os quais 20 recém-nascidos, refere o último balanço oficial. o Governador da cidade reviu em baixa o número inicial de sete mortos, passou para dois e concluiu que houve três vítimas.  

As vítimas mortais são dois bebés, de três semanas e de seis meses, respetivamente, e uma mulher de 25 anos, indicou o secretário da Saúde da capital mexicana, Armando Ahued.

Do universo de 73 feridos, há 16 em estado grave: nove bebés e sete adultos.

A explosão foi provocada por um camião que transportava gás. O camião estava a abastecer o hospital quando uma mangueira rebentou, causando a explosão, segundo a imprensa local. 

As imagens do local mostram que parte do edifício colapsou. O chefe do governo local avançou que 30 por cento da estrutura foi afetada. O hospital teve de ser evacuado. 

O presidente mexicano prestou logo na quinta-feira as suas condolências.