Dois corpos mumificados e gelados foram descobertos perto do topo do Pico de Orizaba, o ponto mais alto do México, informaram na quinta-feira as autoridades locais.

Uma equipa de 12 membros da Proteção Civil subiu ao pico, de 5.747 metros, depois de alpinistas terem indicado, na segunda-feira, que encontraram um crânio a 310 metros do cume.

Devido à densa neblina, apenas dois alpinistas conseguiram chegar ao local onde o crânio tinha sido visto. A cerca de 150 metros descobriram um segundo corpo, igualmente gelado e mumificado.

«Não se trata de um corpo, são dois (?) o tempo não nos ajudou, o nevoeiro impediu as operações», disse à AFP Juan Navarro, presidente da Câmara de Chalchicomula de Sesma, situada no sopé do Pico de Orizaba, no estado de Puebla.

As autoridades acreditam que os restos mortais são de dois mexicanos que desapareceram, juntamente com um terceiro homem, há 55 anos, durante uma avalanche.