Quinze polícias da Cidade do México ficaram, esta quarta-feira, feridos, dois dos quais gravemente, em confrontos com professores durante os protestos contra a reforma educativa impulsionada pelo Governo mexicano, informaram fontes policiais.

«Temos 15 agentes feridos, indicaram-nos que dois podem ser feridos graves», disse o secretário do Governo da Cidade do México, Héctor Serrano, em declarações à televisão Milenio, citadas pela Efe.

Cerca de 12 mil professores participaram em protestos na quarta-feira, tendo bloqueado importantes avenidas da capital mexicana.