O jovem de 20 anos que agrediu uma mulher de 32 anos no metro de Roma, em Itália, arrisca uma pena de 18 anos de prisão, segundo informa a imprensa italiana este domingo.

O incidente ocorreu há uma semana, quando Maricica Hahaianu e Alessio Burtone discutiram por causa da fila para comprar bilhete. Um só soco foi o suficiente para atirar a enfermeira para o chão.

As imagens de videovigilância captaram o momento e deixaram o país chocado com a indiferença das pessoas a passar por uma mulher estendida no chão.

Maricica Hahaianu ficou em coma até este sábado, quando faleceu.

O advogado de Alessio Burtone disse este domingo que o jovem está muito «arrependido» e que nunca imaginou que a agressão viesse a ter este trágico fim.

VEJA O VÍDEO: