Uma enorme bola de fogo atravessou, na última noite, os céus da Escócia. O fenómeno assustou a população e pode ser avistado desde Inverness até Edinburgo, cerca das 18:45. Os telefones da polícia e dos bombeiros e as linhas de emergência foram inundados com chamadas de populares assustados, que descreviam uma bola de luz branca, vermelha ou azul.

Houve quem sugerisse que o fenómeno poderia estar relacionado com uma explosão de uma aronave ou uma luz que se tenha desprendido de algum satélite. Mas as autoridades dizem que não havia registos de circulação de aviões ou de atividades de satélites na zona, naquela altura.

 

 

Assim, tudo indica que se tenha tratado de um meteorito a entrar em contacto com a atmosfera terrestre. Astrónomos ouvidos pelos jornais britânicos acreditam que o meteorito se tenha desintegrado por completo, mas há quem ande à procura de destroços.

As redes sociais rebentaram de imediato em especulações. Havia quem aventasse que era um evento astronómico, mas também quem levantasse a hipótese de uma qualquer manobra militar. A especulação levou mesmo um porta-voz do Ministério da Defesa britânico a pronunciar-se, para dizer que… não iria pronunciar-se sobre qualquer possível ligação e eventuais manobras militares na zona.