A ex-Miss Turquia Merve Buyuksarac foi condenada a 14 meses de prisão com pena suspensa por ter insultado o Presidente Recep Tayyip Erdogan na rede social Instagram, através da partilha de um poema, noticia a imprensa local, nesta terça-feira.

A modelo de 27 anos, que foi coroada a mais bela da Turquia em 2006, está ainda impedida de ofender o chefe de Estado nos próximos cinco anos, sentenciou um tribunal de Istambul.

O caso remonta a 2014 e em causa está apenas a partilha no Instagram de um poema satírico, que não é de sua autoria, intitulado “The Master’s Poem” (o poema do mestre, na tradução literal), que se refere a um escândalo de corrupção ao mais alto nível nesse ano. Merve Buyuksarac foi, inclusive, brevemente detida depois de ter partilhado o poema.

O advogado da ex-Miss vai protestar formalmente contra o veredicto e promete levar o caso a Estrasburgo, ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

“Estes julgamentos insultuosos estão a decorrer em série, os processos estão a entrar automaticamente”, denunciou Emre Telci, citado pela agência Associated Press.

Insultar o Presidente é um crime punível até quatro anos de prisão na Turquia.

Desde que Erdogan foi eleito, em agosto de 2014, foram já abertos mais de 1.800 casos de ofensas.