A afluência às urnas nas eleições legislativas alemãs de hoje foi de 41,4% até às 14:00 locais (13:00 em Lisboa), maior participação do que em 2009, quando registou os 36,1%, segundo dados oficiais.

As eleições em 2009 tinham sido marcadas pela mais baixa participação registada na história eleitoral alemã, com 70,8% de adesão dos eleitores. Em 2005, a participação tinha sido de 77,7%.

As assembleias de voto na Alemanha abriram hoje às 08:00 locais para as eleições gerais onde será escolhido um novo parlamento que vai eleger um novo Governo.

Cerca de 62 milhões de eleitores maiores de 18 anos são chamados a votar, num ato eleitoral que contará com três milhões de novos eleitores e onde cerca de um quinto tem mais de 70 anos.

As urnas encerram às 17:00 (hora de Lisboa), altura em que serão conhecidas as primeiras sondagens à boca da urna.

A chancelar alemã, Angela Merkel, votou pelas 12:30 (hora de Lisboa) no seu colégio eleitoral, situado na Universidade de Humboldt, no centro de Berlim, acompanhada pelo marido.

O principal rival de Merkel, o candidato social-democrata, Peer Steinbrück, votou pela manhã no seu círculo eleitoral em Bona.