Erandy Elizabeth Gutierrez, uma jovem Mexicana de 16 anos, foi detida pela polícia no funeral da amiga, vítima de homicídio.

Anel Baez, também de 16, morreu com 65 facadas. A polícia tem fortes suspeitas de que a melhor amiga seja a autora do crime.

A investigação concluiu que a Erandy não gostou que a amiga publicasse nas redes sociais fotos dela nua. Sentindo-se «humilhada», Erandy Gutierrez terá alegadamente esfaqueado Baez no dia 19 de março, com uma faca de cozinha.

Numa conta de Twitter entretanto apagada, a investigação encontrou um post em que Erandy escrevia: «Posso parecer calma, mas a minha cabeça já te matei pelo menos três vezes», de acordo com os media mexicanos citados pelo «Daily News».

Erandy Elizabeth Gutierrez deve agora ser acusada de homicídio.