O Presidente norte-americano, Barack Obama, apelou domingo a um «cessar-fogo imediato» em Gaza depois do registo de mais de 100 mortos no que foi o dia mais sangrento da ofensiva israelita na região.

Com as agências internacionais a apontarem 472 mortos desde o início da ofensiva militar israelita em Gaza, Barack Obama enviou o Secretário de Estado John Kerry ao Cairo e falou, pela segunda vez em três dias, com o primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu.

Na conversa telefónica, Barack Obama expressou a sua preocupação pelo número de vítimas mortais, num confronto que fez também 13 vítimas do lado das tropas de Israel.