O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, anunciou a intenção de construir uma cerca em torno do país, para proteger os israelitas quer de palestinianos quer dos estados árabes que circundam Israel. Netanyahu apelidou essas potenciais ameaças de “bestas selvagens”.

“Com a nossa vizinhança, precisamos de nos proteger das bestas selvagens."

 

"No final, de acordo com os meus planos, haverá uma cerca como esta em torno Israel na sua totalidade. Vamos cercar todo o estado de Israel com uma cerca, uma barreira.”

Binyamin Netanyahu diz que a cerca ajudará igualmente a proteger Israel de uma ameaça mais recente – os túneis que elementos do Hamas constroem a partir de Gaza para se infiltrarem em território israelita. “Se pensamos em erguer uma cerca, temos de ter em conta que se podem construir túneis debaixo dela”, disse Netanyahu.

Israel está também a estudar maneiras de selar lacunas no muro que separa atualmente as áreas ocupadas da Cisjordânia.

A proposta tem colhido críticas, mesmo dentro do próprio Governo. Um dos críticos é o ministro da Educação, Naftali Bennett, cujas divergências acerca de segurança interna com o primeiro-ministro se têm adensado nos últimos tempos.

“O primeiro-ministro disse hoje que as cercas são necessárias. Estamos a rodear-nos de cercas. A Austrália, por exemplo, não precisa de cercas”, disse Naftali Bennett.