O jornalista dinamarquês Allan Sørensen ‏colocou uma fotografia no Twitter, em que se veem residentes da cidade israelita de Sderot a assistir e a celebrar os bombardeamentos de Gaza. Sørensen confirmou ter tirado a foto na noite de quarta-feira, 9 de julho, numa colina à beira da cidade, com os «mirones», sentados em cadeiras, e até em sofás, como se estivessem numa sala de cinema.





«Cinema de Sderot. Israelitas trazem cadeiras para uma colina em Sderot para assistir ao que acontece em Gaza. [Eles] aplaudem sempre que uma explosão é ouvida», escreve o jornalista na legenda da foto.

Allan Sørensen é o correspondente para o Médio Oriente do jornal dinamarquês «Kristeligt Dagblad». Até agora, a fotografia foi retweetada mais de sete mil vezes. Muitos utilizadores da rede social expressaram indignação em relação ao «evento» que é descrito.

Mais de 100 palestinianos morreram nos últimos dias, vítimas dos ataques de Israel. Dos mais de 800 rockets disparados nos últimos dias, um deles escapou ao sistema cúpula de ferro, esta sexta-feira, e atingiu um camião cisterna, numa bomba de gasolina de Ashdod. Oito pessoas ficaram feridas, uma delas em estado crítico, naquele que foi o ataque palestiniano mais sangrento, nesta escalada de violência.

O presidente norte-americano, Barack Obama, fala em tréguas, mas o primeiro-ministro israelita garante que a campanha militar é para manter. Pelo menos, enquanto o Hamas continuar a atacar com rockets várias cidades de Israel. «Nenhuma pressão internacional nos vai impedir de agir com força total», declarou primeiro-ministro israelita.

A aviação israelita realizou 210 ataques na Faixa de Gaza nas últimas 24 horas, contra 194 rockets lançados pelo Hamas.