Uma equipa médica francesa realizou em Paris um transplante que utilizou, pela primeira vez, um coração artificial elaborado a partir de tecidos biológicos, divulgou hoje a empresa responsável pelo desenvolvimento da prótese.

De acordo com a Carmat, esta prótese, que funciona de forma autónoma, reduz o risco de rejeição.

A operação foi realizada com sucesso na quarta-feira no hospital Georges Pompidou, na capital francesa, e foi concretizada no âmbito de um «ensaio clínico», referiu a empresa num comunicado.