O caso envolve milhares de euros. O ex-governador republicano do estado norte-americano da Virgínia, Robert McDonnell, foi declarado culpado, esta sexta-feira, de 11 crimes de corrupção por um júri federal dos Estados Unidos.

Já a sua mulher, também envolvida, foi declarada culpada de oito crimes de corrupção e um de obstrução à justiça.

O júri considerou que o casal recebeu um total de 177.000 dólares, de forma indevida. Ou seja, o crime totaliza qualquer coisa como 135.300 euros.

McDonnell e a mulher receberam esses valores durante dois anos, em troca de apoio institucional.