Pelo menos 16 pessoas morreram e mais de 3,3 milhões de indivíduos foram afetados pelas chuvas e ventos fortes à passagem do tufão Rammasun no sul da China entre sexta-feira e a manhã de hoje.

O tufão, considerado o mais forte registado no sul da China em quatro décadas, assolou dezenas de cidades costeiras da ilha de Hainan e da província de Cantão, assim como da região autónoma de Guangxi.

Segundo as autoridades chinesas citadas pela agência Efe, sete pessoas morreram em Hainan, onde o tufão tocou terra na sexta-feira proveniente das Filipinas, e outras nove faleceram em Guangxi no sábado com a tempestade a atingir ventos superiores a 170 quilómetros por hora.