Matteo Renzi, líder do Partido Democrático, foi hoje oficialmente convidado por Giorgio Napolitano, Presidente da República, a formar um novo Governo em Itália. Recorde-se que o anterior chefe de executivo, Enrico Letta, demitiu-se das suas funções no passado dia 13 de fevereiro.

A direção do Partido Democrático, liderado por Matteo Renzi desde dezembro, aprovou uma moção, na semana passada, que apontava para uma «nova fase, com um novo Executivo», sendo que a proposta contou com 136 votos a favor, 16 contra e duas abstenções. A sua provação levou Letta a pedir demissão.

O secretário-geral da presidência da República italiana informou que Matteo Renzi foi recebido por Giorgio Napolitano, no Palácio do Quirinale, em Roma. Após um encontro de 90 minutos, este «aceitou com reserva» a tarefa de formar Governo.

Sem se alongar em comentários sobre o futuro Governo que vai liderar, Matteo Renzi afirmou aos jornalistas «para a difícil situação do país, promete toda a energia e empenho» para reformar a Itália.

Até agora, Matteo Renzi era presidente da Câmara de Florença.