Cerca de 300.000 pessoas foram deslocadas na província chinesa de Fujian, sudeste do país, onde o tufão Matmo, o décimo a atingir a China em 2014, atingirá a costa durante a tarde desta quinta-feira, revelaram as autoridades.

Nas primeiras horas de influência da tempestade na zona, com ventos e chuvas fortes, as autoridades não registaram vítimas, mas a tempestade provocou o corte de eletricidade em 340.000 casas.

As autoridades suspenderam também as comunicações marítimas e obrigaram todas as embarcações de pesca a regressar aos portos de abrigo.