Uma menina nigeriana de 14 anos matou o marido de 35 e três amigos deste, apenas uma semana após o casamento.

Wasila Umaru confessou quase de imedaito os homicídios, justificando que tinha tomado tal atitude porque fora forçada a casar.

A menina colocou veneno para ratos na comida, o que foi fatal para o marido e três amigos.

Outras dez pessoas também ficaram intoxicadas, mas sobreviveram.

Wasila enfrenta agora a acusações de homicídio qualificado pelas autoridades nigerianas,

O que acontecerá a esta menina? Culpada ou vítima de uma tradição que permite o casamento de raparigas, muitas sem terem atingido a puberdade. O «New York Post» refere que a discussão está lançada.