Chrissy Turner, uma menina norte-americana de apenas oito anos, foi diagnosticada com um tipo raro de cancro da mama. Pensa-se que é a pessoa mais jovem a sofrer da doença.

As suspeitas apareceram no mês passado quando Chrissy contou aos pais que tinha um nódulo numa das mamas. Como pensaram que podia ser cancro, os pais, Troy e Annete, ficaram preocupados e rapidamente submeteram a filha a exames médicos. Quando os resultados chegaram, as suspeitas confirmaram-se: Chrissy sofre de um carcinoma secretor da mama, uma doença rara que afeta uma pessoa a cada um milhão de casos diagnosticados

“Fiquei com medo quando ela nos contou, mas sabia que podíamos combater o cancro e espero que o consigamos fazer com sucesso”, revela Troy ABC4 Utah News


A situação familiar ainda é mais complicada porque o pai de Chrissy debate-se com um linfoma não-Hodgkin desde 2008, levando a que Annete seja o pilar da família neste momento difícil. Mas os Turner não estão sozinhos: vários amigos iniciaram uma campanha de angariação de fundos, através da plataforma gofundme, para ajudar a família a enfrentar a doença de Chrissy com mais força.

"O caso de Chrissy está a ser apresentado a nível nacional e está a ser acompanhado pelos melhores oncologistas do país”, escreveu na página Melissa Papaj, uma amiga da família


Chrissy Turner vai ser submetida a uma mastectomia no “Huntsman Cancer Institute”, no Utah.