A Interpol lançou um «código vermelho» com a fotografia de Samantha Lewthwaite, também conhecida como a «Vúva Branca», a pedido do Quénia.

A polícia internacional não confirma a relação entre Samantha Lewthwaite e o massacre no centro comercial de Nairobi, cuja autoria foi reivindicada pelo grupo somali al-Shabab e que tirou a vida a 67 pessoas.

A Interpol, em comunicado, adianta que o Quénia pediu a extradição da mulher «por posse de explosivos e conspiração num ataque terrorista por factos ocorridos em dezembro de 2011», cita a BBC.

o «código vermelho» é um mandado de extradição que vincula os países membros a cumpri-lo.

Samantha Lewthwaite, de 29 anos, é britânica e viúva de um dos terroristas que atacaram Londres a 7 de Julho de 2005, deixando um rasto de 52 mortos e centenas de feridos.