Três crianças morreram na sequência de um esfaqueamento numa escola chinesa esta segunda-feira.

O agressor ainda feriu oito alunos e o professor de uma escola no centro da China, na província de Hubei. As vítimas estão hospitalizadas, duas em estado crítico.

O primeiro dia de aulas naquela escola primária que fica assim marcado para sempre.

O homem que levou a cabo o massacre veio a suicidar-se após se lançar de um edifício.

A CNN tentou apurar sem êxito quais as razões que levaram o homem a cometer o massacre e como é que ele entrou no estabelecimento escolar, já que as medidas de segurança nas escolas foram reforçadas após uma série de ataques em 2010.