Oito imigrantes morreram ao tentar atravessar a fronteira entre Marrocos e Ceuta, avança o «El País» que cita fontes da Delegação do Governo de Ceuta.

Esta quarta-feira, 400 pessoas sem documentos tentaram, sem êxito, entrar em território espanhol, entre as sete e as oito da manhã, naquela que foi considerada a primeira grande tentativa de atravessar a fronteira este ano.

Dados da Delegação do Governo em Ceuta confirmam que oito corpos foram resgatados da água pelas autoridades marroquinas, que continuam a realizar buscas.