Os líderes dos principais partidos da extrema-direita francesa e holandesa formaram uma aliança para constituir um novo grupo político no Parlamento Europeu depois das eleições europeias de 2014.

Esta aliança foi anunciada durante a visita ao parlamento holandês da líder da Frente Nacional francesa.

Marine Le Pen esteve em Haia a convite do líder do Partido da Liberdade, Geert Wilders, que pretende unir as formações políticas eurocéticas do continente contra o processo de integração europeia.

Para conseguirem formar um grupo no Parlamento Europeu são necessários 25 eurodeputados oriundos de pelo menos um quarto dos países da União.