O gabinete do presidente do Cidadãos fez saber que o primeiro-ministro e líder do PP, Mariano Rajoy, comunicou telefonicamente a Albert Rivera a sua intenção de ouvir todos os partidos, na sequência dos resultados eleitorais das legislativas do passado domingo.

De acordo com a imprensa espanhola, o liberal Rivera terá tomado a iniciativa de telefonar a Rajoy e ao líder dos socialistas do PSOE, Pedro Sánchez, tendo em vista negociar um futuro governo capaz de efetuar “as reformas necessárias de que necessita Espanha”.

A resposta a Rivera da parte do socialista Pedro Sánchez terá sido de que deverá ser o primeiro-ministro e presidente do PP, Mariano Rajoy, vencedor dos três últimos atos eleitorais em Espanha (2011, 2015 e agora, em 2016) a tomar a iniciativa de encetar conversações.

Governo em finais de julho

Mariano Rajoy veio já publicamente, na sequência da vitória eleitoral, anunciar que pretende ouvir todas as forças políticas, de forma a conseguir formar um novo governo "estável” e “para quatro anos”, em finais de julho ou princípios de agosto.

Após a reunião da comissão executiva do Partido Popular, destinada a avaliar os resultados eleitorais de domingo, Rajoy reafirmou que pretende governar Espanha com “um apoio suficiente” nas Cortes. Mas caso não consiga esse entendimento, admite fazê-lo com “apoios pontuais”.

Não vamos abdicar da responsabilidade de governar e não vou renunciar a fazê-lo porque há oito milhões de espanhóis que nos apoiaram”, afirmou Rajoy, acrescentando não esperar que os restantes partidos voltem a forçar a repetição de legislativas pela terceira vez, o que seria um caso “grotesco e inaudito”.

Rajoy ainda está em Bruxelas

De acordo com o jornal El Mundo, as negociações para a formação do próximo Governo poderão iniciar-se nesta quarta-feira ou na próxima quinta-feira, quando o primeiro-ministro regressar de Bruxelas, onde participa no Conselho Europeu convocado para avaliar as consequências do referendo britânico que ditou o abandono da União Europeia por parte do Reino Unido.

A edição online do jornal sustenta também que Rajoy terá um primeiro encontro com o socialista Pedro Sánchez, com quem já conversou na noite eleitoral de domingo, e depois com as restantes forças partidárias.

Hoje e amanhã, Rajoy participa como primeiro-ministro espanhol no Conselho Europeu em Bruxelas. Curiosamente, também os dois outros protagonistas da atual cena política espanhola estão na capital belga. No caso de Albert Rivera, participa numa reunião com sete primeiros-ministros de centro-direita no âmbito do grupo ALDE, Aliança dos Liberais e Democratas para a Europa.