A agência FSO publicou no site do Estado russo que foi ordenada a aquisição de máquinas de escrever. A agência ainda não justificou necessidade dos dispositivos, diz a BBC.

Contudo, uma fonte da agência disse a um jornal russo que o objetivo da compra está relacionado com a prevenção da fuga de informações dos computadores.

«Depois de escândalos com a distribuição de documentos secretos por parte da WikiLeaks», decidiu-se aumentar a prática de documentos em papel, cita a BBC.

A fonte adiantou ainda que máquinas de escrever já são utilizadas nos Ministérios russos da Defesa e Emergência para notas e apontamentos secretos. Alguns do relatórios para o presidente Vladimir Putin também foram feitos em máquinas de escrever.

Ao contrário das impressoras, cada máquina de escrever tem o seu próprio padrão de impressão, o que torna possível a associação entre documentos e a máquina onde foi escrito.