“Já esta primavera restabelecemos controlos temporários nessa fronteira (franco-italiana). E não hesitaremos em fazê-lo de novo, como as regras de Schengen permitem quando as circunstâncias se impõem, se nos próximos dias ou semanas se revelar necessário”, disse Valls num debate na Assembleia Nacional sobre a crise migratória.



UE “já não é um lugar seguro” por causa dos migrantes


o primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico veio hoje dizer que 

“A UE deparou-se com o assalto de centenas de milhares de migrantes e já não é um lugar seguro. Podemos dizer seriamente que 90% dessas pessoas são migrantes económicos”, afirmou num debate no parlamento.