As autoridades dizem ter aberto fogo depois de os manifestantes terem atirado ‘cocktails molotov’ e pedras às forças de segurança, atacado veículos policiais e vandalizado uma esquadra em Rupandehi.

“Quatro pessoas morreram quando a polícia foi obrigada a disparar, com a multidão a tornar-se ameaçadora”, disse à AFP o chefe da polícia local Rajendra Dhakal.

“Infelizmente, entre elas estava um menino de quatro anos”, acrescentou.