O governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong pediu esta quinta-feira aos manifestantes para «dispersarem pacificamente o mais rápido possível», enquanto a polícia foi vista a transportar caixas com balas de borracha.

O anúncio do governo de Hong Kong seguiu-se aos momentos de confronto entre manifestantes pró-democracia e a polícia frente aos escritórios do executivo de Hong Kong.

De acordo com a agência France Presse, o governo disse também que os protestos estão a ter um «sério impacto» na vida da cidade.