O chefe do Executivo de Hong Kong, Leung Chun-ying, apelou hoje ao movimento pró-democracia Occupy Central para acabar «imediatamente» com as manifestações que agitam há três dias o centro financeiro do território.

«Os fundadores do Occupy Central afirmaram repetidamente que se o movimento ficasse fora de controlo iriam apelar para que parasse. Eu estou agora a pedir-lhes para que cumpram a promessa que fizeram à sociedade e parem esta campanha imediatamente», afirmou o líder do Governo, no seu primeiro comentário público desde que a polícia da antiga colónia britânica lançou, este fim de semana, gás lacrimogéneo contra os manifestantes.

Contudo, o Occupy Central disse não e renovou os apelos para que se demita. 



Entretanto, um vídeo feito por um drone foi, nas últimas horas, colocado no Facebook e no YouTube. As imagens aéreas das manifestações são impressionantes. As ruas encheram-se de milhares pessoas mostrando a sua determinação.