Um morto e vários edifícios queimados perfazem o balanço dos protestos registados no sábado no Haiti, depois de serem conhecidos os resultados definitivos das eleições legislativas de outubro e a uma semana da segunda volta das presidenciais, informou a polícia.

Apesar de as manifestações na capital e noutros locais terem sido pacíficas, apoiantes da oposição protagonizaram protestos violentos em cidades do norte e do sul do Haiti, considerando ter havido fraude eleitoral, refere a agência noticiosa espanhola Efe, que não indica os resultados das legislativas.

O responsável da polícia em Terrier Rouge, Noel Guiteau, confirmou à agência que um jovem de 18 anos morreu com ferimentos de bala num confronto entre diferentes fações políticas nas ruas da cidade, no noroeste do país, onde uma assembleia de voto foi incendiada.